220 não serve para as mulheres.

O título desse blog se refere a um novo estudo coordenado pela cardiologista Martha Gulat  publicado em 28 de junho de 2010 no “Circulation“, da Sociedade Americana do Coração.

Em suma, ela informa que a tradicional fórmula para cálculo da Frequência Cardíaca Máxima (FCM) que é 220 menos a idade da pessoa não serve para as mulheres.

Em entrevista à Folha, Gulat diz que a fórmula deve se tornar padrão. “Não somos “homens em tamanho menor”, e até hoje não havia dados sobre mulheres em relação à frequência cardíaca. Fizemos um grande estudo e as evidências são muito fortes.”.

A nova fórmula, usada para mulheres, é 206 menos 88% da idade.

O cálculo da FCM é algo muito estudado, mas sem um consenso. Existem várias fórmulas de cálculo que já eram usadas tanto para homens quanto para mulheres. Acredito que essa nova fórmula para mulheres talvez seja a primeira dentre tantas outras que surgirão dedicadas a esse público.

No CopacabanaRunners encontrei um material legal sobre FCM, assim como no BHRace. Vale dar uma lida.

Bom, eu uso um Oregon para monitorar minha frequência cardíaca durante os exercícios e  me sinto bem com os valores obtidos com o cálculo de 220 menos a idade. O próprio frequencímetro faz um cálculo e sugere os valores, já que posso entrar com vários dados, mas nunca observei se dá o mesmo valor obtido na tradicional fórmula.

Fontes: Folha, CopacabanaRunners, BHRace, Wikipedia e Circulation.

Anúncios

Publicado em 21 de julho de 2010, em Notícia, Saúde e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: