Como foi a corrida da Unimed.

A entrega dos chips no dia da corrida ficou meio conturbado a medida que se aproximava a hora da largada. Houveram poucos feridos.
Antes da corrida tinham atletas pegando água que era destinada para pós-chegada. Acho que o evento deve se preocupar em fornecer água antes da corrida para os atletas, até porque nesse fizeram o pessoal chegar bem mais cedo, mas acredito que as pessoas devem usar (um pouco) da conciência e ver que se tomarem água no ínicio da prova, pode faltar no final.
Pegando o gancho no parágrafo anterior e já adiantando o assunto, faltou água no final da prova. Não por culpa dos atletas do começo da prova que beberam alguns copos, mas porque tinha pouca água mesmo.
Vamos de volta para o começo da prova.
A largada foi no horário e tranquila. Era tanta gente, que levei 1:40 minutos para passar pelo pórtico de largada.
Esse ano teve chip. Talvez assim tenhamos os resultados, já que o do ano passado muitos ficaram sem.
Esqueci de falar do tempo. Chovia muito antes da corrida, mas na hora da largada houve uma trégua. Durante a prova houveram algumas pancadas de chuva, o que deixou agradável a prova.
O trajeto é bem manjado, velha Prudente de Morais (com “i”). Descida e subida ao lado do Hospital da PM, fica sendo um ponto onde freia os mais afoitos.
Posto de hidratação, haviam dois. Como não tava calor, passei sem pegar água.
Na chegada o pessoal da arbitragem e os staffs iam tirando os pipocas do funil.
Após a chegada tinha água, porém não pra todos como já falei. Também havia um kit de lanche com banana, maçã e laranja (já cortada :-). Claro que tinha a medalha.
Ia esquecendo de outra coisa na hora da chegada. No som tinha uma música ao fundo e uma mulher falando (alto) sobre os benefícios dos planos Unimed. Isso é chato. As pessoas chegam cansadas e a maioria atordoadas e querem relachar. Música ajuda, blá-blá-blá não.
Os arredores do local de chegada ficou um lixão. Só no final descobri que haviam lixeiras, mas que foram mal posicionadas. Claro que a falta de educação do povo ajudou bastante.
Não acompanhei as premiações, mas aqui pude ver um problema. A estrutura da prova interdita a av. Prudente de Morais por muito tempo. Já existe a interdição do trajeto e ainda é mantida a interdição para o pós-chegada e festividades, como a premiação. Quando as corridas tem a concentração na Praça Cívica, logo após o ultimo colocado chegar, a av. já vai sendo liberada. O percurso seria o mesmo e o atual local fica só a um quarteirão da praça, então sei lá, derrepente quem sabe. Não é?
No geral, valeu cada passada.

Anúncios

Publicado em 15 de maio de 2011, em Como foi... e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: