Saia correndo de casa.

fonte: runstreet.com

Para muitas pessoas os treinos consistem em tiros, fartlek, longões, subidas, força, educativos e outras variações e exercícios de treinos. Agora o que é mais difícil nesses treinos não são eles em si, mas conseguir sair de casa. Passar pela porta pode ser a maior superação para muitos corredores de rua.

As desculpas são as mais variadas. Preguiça, sono, tempo fechado, sol, o programa de TV e várias outras desculpas esfarrapadas.

Sempre que tenho preguiça de ir treinar, lembro da sensação ao final do último treino. O quanto é bom ficar cansado, mas me sentido mais disposto e relaxado.

Algumas dicas podem ajudar você a dar um chega pra lá na preguiça e dar o primeiro passo pela porta.

Anotar os treinos:

Essa é uma boa maneira de ver a evolução do seu desempenho e para isso basta papel e caneta. Mas querendo usar da tecnologia, pode-se adotar uma planilha no computador ou algum programa no smartphone. Existem também sites voltados para isso. Para quem usa aparelhos de GPS fica ainda mais fácil e empolgante, pois a maioria deles já gera um registro incluindo informações mais detalhadas.

Redes Sociais:

No Brasil o Orkut ainda impera como a maior ferramenta de rede social. Lá é possível encontrar muitas comunidades de corredores de rua e assim trocar informações além de fazer novas amizades.

Pelo menos 21 dias:

Uma vez encontrei um site onde você se cadastrava e ele diariamente lhe mandava um email lembrando você de um determinado compromisso que assumiu. Esses emails vinham durante 21 dias, tempo esse que o site informava ser suficiente para uma pessoa adquirir um hábito. Então, marque no calendário e corra nos próximos 21 dias.

Recompense a sim mesmo:

Quer comer uma pizza, então só se fizer aquele longão. Então tá querendo ir pegar aquele cinema, treine pelo menos uma semana sem interrupções. Crie pequenas recompensas pelos seus treinos e para coisas maiores, você pode até colocar metas nas provas. Por exemplo, só vai trocar o carro quando baixar em 5 minutos o tempo em uma prova.

Parceiro:

A corrida parece um esporte individual, mas não é. Pelo menos não nos treinos. Arranje um amigo para treinar, mas não fique esperando por ele. Não dependa do seu amigo para treinar, mas use-o como arma de motivação. Corram juntos, respeitando sempre os limites um do outro e sempre dando aquela força.

Texto de inspiração: http://runstreet.com/2011/04/27/running-motivation/
Anúncios

Publicado em 31 de maio de 2011, em Dica, Motivação, Pra pensar e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: