Arquivo mensal: julho 2011

#TwittersRunDay

A 4ª edição do TwittersRunDay será realizada nesse fim de semana nos dias 16 e 17 de julho. A lógica do evento online é simples: cada participante cadastra quantos quilômetros percorreu nesses dias. Ao final, é feita uma somatória.

Na 3ª edição, realizada em dezembro de 2010, foram percorridos 4.733,7 km. Houve 482 participações. O desafio agora é aumentar a quilometragem total.

Embora o tempo seja registrado pelo participante, tempo e ritmo (pace) de cada corredor não são divulgados. Afinal, o objetivo do TwittersRunDay é coletivo, e não gerar uma disputa entre os TwittersRun.

O cadastramento da quilometragem é feita no próprio site www.twittersrun.com.br.

2º Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos – Etapa João Pessoa

A largada do 2º Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos – Etapa João Pessoa será dada às 6h30 do dia 28 de agosto de 2011, no Busto de Tamandaré, esquina das avenidas Cabo Branco com Epitácio Pessoa. A prova será realizada nas distâncias aproximadas de 1km, 4km e 10km no percurso de ida e volta.

As inscrições devem ser efetuadas nas Farmácias Pague Menos, entre os dias 10 de junho e 21 de agosto de 2011.

O kit de participação será entregue somente no dia 27 de agosto de 2011, das 9h às 17h, no mesmo local da largada da corrida, no Busto de Tamandaré.

Mais informações no site Corrida Pague Menos.

XI Corrida do Fogo – Maceió

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) promoverá a XI edição da corrida do fogo, organizada pelo 1º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) e com apoio de diversas instituições públicas e privadas.

O evento será realizado em 24 de julho, às 07h, no Quartel do Comando Geral da Corporação (QCG BM) localizado no Trapiche da Barra e as inscrições começam nesta quinta-feira, 16, com término em 16 de julho. Elas poderão ser realizadas em estandes no Maceió Shopping e no Shopping Pátio Maceió das 13h às 18h e no QCG BM das 07h às 13h, com taxa de R$15,00 + um kg de alimento e apresentação de um documento de identificação pelo atleta. Os atletas menores de 18 anos só poderão participar da competição com a autorização dos pais ou responsáveis. E para os corredores com idade igual ou superior a 60 anos haverá um desconto de 50% na taxa de inscrição.

A prova contará com as categorias: geral, individual militar, faixas etárias e equipe bombeiros, todas divididas em masculino e feminino, além da categoria para portadores de deficiências. A prova também foi dividida em três percursos diferentes: 10 km com limite para 400 atletas para as pessoas maiores de 18 anos; 05 km com limite de 200 atletas para maiores de 14 anos e 03 km para os portadores de deficiência.

Serão premiados com troféu e uma quantia em dinheiro os três primeiros colocados em todas as categorias e todos os participantes que conseguirem concluir o percurso receberão uma medalha de participação. Os kits contendo camiseta oficial da corrida, número de identificação e senhas serão entregues para os atletas no dia 22 de julho, das 8h às 17h, no QCG BM, devendo estar de posse do documento de identificação e da ficha de inscrição. Já os chips serão entregues no dia 24 de julho, a partir das 06h30min, quando os participantes chegarem para a concentração no local de largada da prova.

Fonte: CBM-AL

15ª Edição do Circuito Nacional de Corrida do Carteiro

Dia 24 de Julho de 2011

6h00 – Abertura das áreas de serviço do evento

De 6h às 7h – Entrega dos Chips

7h00 – Aquecimento/Alongamento para a largada

7h20 – Largada Categoria Especial

7h30 – Largada demais participantes

9h00 – Cerimônia de Premiação

– LARGADA E CHEGADA:

No Ed. Sede dos Correios – Rua Senador Alencar, 38 centro – Esquina com Rua Floriano Peixoto – Fortaleza/CE.

– PROVAS E PERCURSO:

a) Provas

5 Km – O participante deverá dar 1 volta no percurso.

10 Km – O participante deverá dar 2 voltas no percurso.

b) Novo Percurso

Com largada/chegada no Ed. Sede dos Correios, Rua Sen. Alencar, 38, passando por diversos pontos histórico/cultural de Fortaleza, como a Catedral, Forte Nossa Senhora da Assunção, Mercado Central, Escola Aprendizes Marinheiros, Santa Casa da Misericórdia, Passeio Público e Museu do Ceará.

– ENTREGA DO KIT ATLETA

Será realizada nos dias 15 e 16 de julho, das 9h às 16h, SEXTA e SÁBADO, quando da entrega das latas de leite e apresentação do comprovante de inscrição.

Mais informações em www.corridadocarteiroce.com.br.

Terry e a garrafa d’água

Descobri ao assistir o filme A Jornada de Terry, que Terry Fox encheu uma garrafa com água no Oceano Atlântico, onde iniciou a Maratona da Esperança, para despejar essa água no Oceano Pacífico, onde pretendia terminar o desafio.

O curioso, e que o filme não retrata, é que ele na verdade levou duas garrafas até o Atlântico, mas perdeu uma delas. A segunda garrafa era para recordação e seria guardada por ele.

A família de Terry guarda até hoje a garrafa.

Fonte: orwelltoday

4ª Corrida SINDPRF-CE

Corrida do Sindicato do Policiais Rodoviários Federais do Estado do Ceará – 5KM
Dia : 7 de agosto de 2011 as 7h
Local: BR 116
Valor inscrições: 30 reais
Vagas limitadas para 300 participantes
Maiores informações no site Portal do Corredor.

Local de inscrição I – Pátio Água Fria, Loja Nutriente, Av. Washington Soares, 3690 – Fone (85) 3278.2162 (Sr. Linus)

Local de inscrição II – Clínica Jório da Escóssia (setor médico), Av. Antônio Sales, 3443 – Fone (85) 4008.6233 (Sra. Emiliana)

Local de inscrição III – Sindicato PRF, Rua Margarida de Queiroz, 07 – Bairro Cajazeiras – Fone (85) 3279.2848 (Sra. Roberta)

Local de inscrição IV – Após ler o regulamento solicite a sua inscrição enviando um email para: portaldocorredor@gmail.com

Parnamirim: Justiça na Praça comete injustiça.

A Cohabinal é um bairro de Parnamirim onde existe um quateirão com perímetro de cerca de 1km. Existe, ainda que mal pintada, uma sinalização ao redor desse quarteirão que demarca uma ciclovia que é mais utilizada por corredores. Em frente a esse quarteirão existe uma pista de 400m, concretada, que é utilizada por muitas pessoas para a prática de caminhada e corrida. Ainda tem um trecho ao longo dessa pista, ao lado da BR, que é gramada e muito boa para uma corrida rústica.
Bom, Parnamirim não possui um centro de convenções e quase sempre os eventos, públicos e de grande porte, são realizados na avenida e bloqueiam as áreas utilizadas por atletas da cidade.
Parnamirim possui poucas praças, ou quase nenhuma, quadras e campos bem cuidados são ainda mais raros.
Esses dias uma ação chamada Justiça na Praça interditou todo o trecho de prática esportivas e já está com vários dias apenas montando a estrutura.
Um deserviço a saúde.

Com que roupa eu vou?

Em quase todas as corridas de rua existe o kit que é entregue alguns dias antes da prova. Por aqui os kits normalmente contêm uma blusa do evento, número de peito, panfletos, panfletos e mais alguns panfletos. No espaço de um ano, poucas as corridas deram mais do que isso, houve uma que deu de macarrão instantâneo a adoçante.

Bom, quero falar em específico das camisas. Vamos começar com uma reclamação frequente das mulheres que é em relação ao tamanho das blusas. Em quase todas as corridas são oferecidas três tamanhos de blusa (P, M e G) durante a inscrição. Sendo que essas blusas são de modelagem masculina e na hora de tirar o kit, quem deixar para ir no último dia vai encontrar, quase sempre, a de maior tamanho. Nesse quesito as mulheres ficam no limbo. Não possuem as camisas com modelagem feminina e ainda são obrigadas a pegar camisas maiores.

Outra questão é o tecido, que nem sempre é favorável para a prática de atividade física. Bom, vamos dar um crédito e dizer que a maioria está vindo com um tecido de boa qualidade, mas aparece outro problema que são as estampas. Aí quase sempre são de material emborrachado e ocupa boa parte do peito e das costas da blusa, o que deixa desconfortável a blusa.

O corte sempre varia e vou usar três terminologias pra definir os modelos: camiseta (camisa T-Shirt); machão (camiseta sem mangas); e regata (camiseta sem mangas e com corte cavado). Qual a melhor? Bom, aí vai de gosto e isso não se discute.

E quanto ao uso dessas camisas? Bom, a maioria usa a camisa na prova a qual ela faz alusão. Muitas já não fazem isso, pois correm com camisas de equipe ou, alguns, com a blusa do patrocinador. Ok, e após a corrida, o que fazer com as blusas? Colecionar é o destino da maioria, além de colocá-las para o treino e passeio. Os critérios para o destino das blusas pós-prova pode variar, mas acho que no geral seriam as de maior exagero nas estampas e com outdoor ambulante para a coleção, as de melhor tecido para os treinos e as de maior orgulho para o passeio.

Recente li num blog sobre uma corrida que houve em 2009, em uma cidade de um estado aqui vizinho, em que a blusa foi de uso obrigatório e os atletas que não a utilizaram foram barrados de pegar a medalhas e participar de alguns festejos pós-chegada. Terrível isso e a alegação da organização é que tem que usar a blusa para exibir os patrocinadores. Isso não se faz! Obrigar o uso da camisa é dose, pois tem gente que não cabe numa camisa daquelas, tem as equipes e vários outros motivos.

Gosto de corridas que não tem camisa do evento, pois o preço da inscrição é menor que os das outras provas. Além de ficar bonito no dia da prova todos exibindo as suas melhores camisas de outras corridas.

Ouvi uma sugestão que seria a do atleta no ato da inscrição optar pela blusa, e caso não a quisesse poderia sair com o valor da inscrição mais em conta. Nesse caso entram diversos fatores como patrocinadores, logística e tantos outros. A questão é que se do jeito que tá já não é organizado, imagem se for feito algo desse tipo. Isso talvez fosse um bônus para as mulheres que não podem ter as camisas do seu tamanho, pelo menos não pagariam por uma que não vão usar.

E aí, o que acham?

O amigo Doug.

No Dicionáiro Michaelis (texto com citação de dicionário é inevitável) traz a seguinte definição para a palavra amigo:
“Indivíduo unido a outro por amizade; pessoa que quer bem a outra.”
Diante da volatividade das amizades de hoje, mesmo aquelas consideradas verdadeiras, acredito que para Doug deveria ser inventada uma nova palavra.
Imagine uma curta biografia do seu amigo conter mais vezes o seu nome do que o nome do próprio irmão. Quando se chega nesse ponto, é incontestável a verdadeira amizade entre duas pessoas.
Amigos tem rivalidades, na verdade isso até motiva a amizade. Um tenta superar ao outro, mas sempre na ancia de motivar o amigo a superar a si próprio.
Doug deu dois mil dólares ao amigo, simplesmente por achar que o amigo era mais dígno do que ele de receber aquele dinheiro. O dinheiro vinha de uma bolsa de estudos. O amigo não aceitou, mas ficou muito grato.
Amigos servem pra nos encorajar, mesmo que sejam nas idéias mais insanas. Não estou falando do amigo incentivar a apertar a campainha e sair correndo, isso nem é insanidade. Estou falando de algo drástico. Algo extremo e que nunca ninguém fez igual. Lembrando que no fim não vai receber nada em troca, a não ser o que você já tem, a amizade.
Terry Fox um dia quis atravessar o Canada correndo com uma perna biológica e uma mecânica e contou com quem mais podia lhe ajudar naquele momento, o seu amigo, o Doug.

Doug participou do revezamento da tocha da Olimpíada de Inverno no Canadá em 2010.

Terry Fox – Arte

Terry Fox por Raquele S Pinho