Arquivo da categoria: Notícia

P. Silva é Tetra

O potiguar José Pereira Silva, conhecido por P. Silva, atleta natural de Macaíba/ RN e que defende o Cruzeiro, de Minas Gerais e também é patrocinado pelo CAFÉ SANTA CLARA, conquistou no dia 4 (março), na cidade de Rio Grande/RS, o tetracampeonato da Supermaratona –  50km.

A XIXª Supermaratona Cidade do Rio Grande – 50km, foi promovida pela Associação dos Corredores de Rua do Rio Grande (Acorrg).
Aproximadamente 293 (duzentos e noventa e três) atletas percorreram um dos percursos mais charmosos do Brasil. O atleta venceu com o tempo de 2h53min52seg e 5 décimos (2:53:54) .

A vitória representou seu tretracampeonato na tradicional prova rio-grandina.  P. Silva agradece primeiramente a Deus, à sua família e ao Cruzeiro pela conquista alcançada.

fonte: http://www.fnatletismo.com.br

Anúncios

Por que suplementação é tão polêmico?

Não sei!

Simplesmente não sei, mas sei que gosto, na verdade amo, suplementação e que também gosto de conversar sobre o assunto.

Nas academias esse é um assunto aberto, já na corrida de rua é meio perigoso falar de suplementação.

Como frequento os dois mundos, vejo as duas realidades. Na academia o pessoal cai de cabeça na suplementação, limitados muitas vezes pelo fator financeiro, já na corrida de rua é quase unânime ficar apenas no carboidrato.

Tenho bastante dúvidas sobre suplementação e já procurei nutricionistas que teimam em passar uma dieta boa, porém impraticável. Não tenho tempo pra tomar um café da manhã tão caprichado, lanches só as vezes, no almoço é o tradicional e o jantar é lá pela faculdade mesmo.

Então apelo para a auto-suplementação.

Agora vem um porém. Mantenho esse blog e sei que tenho certas responsabilidades sobre o que escrevo aqui, mas esse é um blog que não deve e não teme (êita!). Feito por uma pessoa comum que malha, corre e que vive na labuta diária. Não sou da área médica, de saúde ou coisas do tipo. Sou estudante de administração, analista de suporte de informática, árbitro de atletismo e mais algumas coisas irrelevantes. Então sei que quem lê (se alguém lê) esse blog sabe que aqui não é escrito teses de doutorado e sim opiniões e idéias fundamentadas em pesquisas sérias (Google) e a vontade de compartilhar conhecimento.

Bom, porque tanto blá-blá-blá. Por que resolvi que em meios aos posts, vez por outra falarei sobre suplementação. Trarei aqui algumas dúvidas esclarecidas em fóruns e postarei também dicas e artigos sobre o assunto.

Ôpa! Já ia esquecendo de em usar as palavras Bomba e Anabolizantes. Isso porque essas duas palavras são mágicas para trazer visitas ao blog.

Isso mesmo! Um dos posts com mais visitas aqui no blog é o que coloquei uma ilustração sobre os malefícios dos anabolizantes e intitulei “Bomba é bomba!”. Vejam aqui.

Pois é, pessoal. Espero assim trazer mais conteúdo e poder esclarecer alguns assuntos.

Aguardem.

Abraço.

Morreu Betty Fox, mãe do Terry Fox.

Vi uma triste notícia no site da Terry Fox Foudation. Betty Fox, mãe do Terry Fox, faleceu.

Uma grande perca para o mundo. Uma mulher que gerou, apoiou e continuou a luta do filho Terry, nunca deve ser esquecida.

Ela faleceu nessa sexta, dia 17 de junho as 08:25h.

Abaixo, segue o texto colocado no site da fundação (tradução livre):

É com tristeza que compartilhamos que a nossa mãe, esposa e avó morreu as 8:25 nesta manhã. Betty / mãe faleceu pacificamente rodeado de amor. Betty estava confortável nas últimas semanas e meses de sua vida, estava sempre cheia de humor e raramente sozinha. Betty está agora com Terry e se junta a outros membros da família querida que a precederão. Apreciamos a privacidade concedida à nossa família desde o compartilhamento da doença de Betty e esperamos que continue neste momento difícil.

http://www.terryfox.org/

Clique aqui para ver um texto completo sobre Betty Fox no site The Star.com.

Cearenses fizeram a festa na Corrida do Morro do Alemão

Dia 15 desse mês houve uma Corrida no Morro do Alemão em comemoração pelos 6 meses de ocupação do morro pela polícia.

Dei um RT sobre essa corrida lá no Twitter, mas só hoje consegui pesquisar algo sobre como foi a prova. A minha felicidade foi tremenda ao ver dos conterrâneos estrelando como ganhadores nas categorias comunidade.

Francilene e José Carlos fizeram bonito marcando ótimos tempos.

A seguir irei reproduzir trechos do post do Rodolfo Lucena onde ele fala sobre esses dois atletas/trabalhadores.

Francilene, de 38 anos, gosta tanto de correr que a paixão pelo esporte chegou até a interferir no seu casamento. Nascida em Sobral, no Ceará, desceu para o Rio com 17 anos, já casada.

Ela começou a correr com 26 anos, em busca de melhorar a saúde, mas o marido não gostava que ela saísse. “Acabou não dando certo”, disse ela, que sustenta os dois filhos com seu trabalho como diarista e treina cerca de 85 km por semana.

A separação foi há dez anos, que é o tempo que ela tem de corrida. Já fez sete maratonas, mas não quer mais saber: “É muito cansativo. Hoje só corro de meia maratona para baixo”.

Moradora da Estação de Ramos, costuma treinar no final da tarde. Os percursos dos seus longões passam pelo Morro do Alemão, Penha e Olaria. Isso hoje em dia: “Antes [da ocupação policial] não me arriscava a subir; agora às vezes vou treinar de madrugada, às vezes de noite…”.

Quando soube da prova e da premiação, fez alguns treinos subindo o morro com força e com vontade. Deram resultado, mas também deixaram uma herança dolorida, uma lesão na coxa. “Assim que sair o prêmio, a primeira coisa que vou fazer é consultar um ortopedista”, diz Francilene.

José Carlos, por sua vez, já tem bem planejado o que pretende fazer com o dinheiro do prêmio. Vai usar os R$ 6.000 para completar a casa da irmã, onde mora, no Morro do Alemão.

Também filho do Ceará, José Carlos, 35, mora há 17 anos no Rio, para onde foi em busca de trabalho.

Começou a correr em 2003, inspirado pelas corridas que via na televisão. “Eu dizia para minha irmã: um dia vou estar ali”. Da fala ao fato foi um pulo, e ele estreou direto na meia maratona do Rio, que completou bem graças à resistência construída em seu trabalho como gari.

Resistência que lhe tem garantido boas colocações em provas: “Valendo dinheiro, essa foi minha primeira vitória. Mas tenho vários troféus…”, diz ele, que costuma treinar todos os dias depois do trabalho.

“Eu treinava no morro, onde foi o percurso da prova, mas aconteceram algumas mortes, então fui treinar lá embaixo”, diz ele, que alterna treinos mais longos, de 15 km, com treinos de velocidade, tiros de 500 m e 400 m.

José Carlos ainda não sabe qual será seu próximo desafio: “Estou um pouco machucado, com dor nas canelas. Vou esperar passar e depois vou ver o que fazer”.

fonte: http://rodolfolucena.folha.blog.uol.com.br/
 

Livro Caminhos de Nuestra América

Palavras de Carlos Camboim, via Orkut:

No próximo dia 28/01/2011, às 19h00min, na Livraria Siciliano do Midway Mall, o Grupo Rapadura Biker com apoio da ACIRN promoverá uma palestra e lançamento do livro PELOS CAMINHOS DE NUESTRA AMÉRICA – UMA PEDALADA POÉTICA PELOS CONFINS DO CONTINENTE – de autoria de Rafael Limaverde. Quem quiser conhecer um pouco mais da obra é só visitar o nosso blog ou então o sítio: www.bicicletapelomundo.com.br
Contamos com as agradáveis presenças de todos.

52 maratonas em 52 países

Tristão Monteiro terminou a sua empreitada de correr o mundo e completar 52 maratonas em 52 países.

O australiano chutou o pau da barraca após perder o emprego no Google e viu que não tinha nada a perder. Preferiu conhecer o mundo a ficar minguando um novo emprego. Vendeu o que tinha para poder financiar o seu desafio e ainda conseguiu durante a jornada arrecadar fundos para Unicefe.

Dean Karnazes foram 50 maratonas em 50 dias em 50 estados.

Raphael Bonatto foram 27 maratonas em 27 dias em 27 estados.

Agora é Tristão Monteiro com 52 maratonas em 52 países.

Depois será eu e minha esposa com 184 corridas em 184 municípios do Ceará.

Abração.

Vi no SMH.

Sinta-se dentro de uma maratona.

O repórter e apresentador Edu Elias da ESPN participou da maratona de Paris fazendo um tempo sub-4 horas. Ele nos deu um presente que foi filmar, falar e entrevistar durante a prova.

Vi no blog Correria.

Medalha antecipada na São Silvestre

São Silvestre, a prova mais esperada do ano no calendário brasileiro (pelo menos pra tv) começou desde ontem a ter mais e mais comentários na internet, tudo por causa de uma atitude estranha por parte da organização. As medalhas serão entregues antecipadamente. Isso mesmo. Antecipadamente!

Quando o atleta for receber o kit, virá junto com a camisa e o número de peito a medalha.

No Twitter o @joelleitao diz:

Yescom News SS2010: entregaremos antecipadamente a água dos postos de hidratação. Reclamavam q era quente? Gele em casa!

Ele ainda postou no seu blog um texto sobre a ilegalidade da ação. (Veja aqui o post).

O grupo @twiterrun sugeriu um protesto interessante:

Convoco aqui todos os corredores que irão participar da #SS a correrem com a medalha no peito como forma de protesto!

Fora que tem gente já colocando a venda a inscrição.

O interessante é o contraste no texto do regulamento. Onde trata sobre bonificação diz:

14 – Bonificação
a. Todo ATLETA que completar o EVENTO em conformidade com este REGULAMENTO, terá direito às seguintes bonificações específicas:

14.1. Considerações gerais

a. Todo ATLETA que completar o EVENTO dentro do tempo máximo previsto receberá uma medalha de participação.

Já sobre a retirada do kit:

b.1. Além do número de peito e Guia de Informações, o atleta poderá receber como cortesia e sem vínculo à taxa de inscrição:

– Camiseta promocional e/ou comemorativa.
– Medalha de participação (Detalhes vide Bonificação).

No Regulamento diz que o atleta só receberá a medalha se completar o percurso, já no texto sobre a entrega do kit fala que ele irá receber a medalha antes de completar o percurso.

Que confusão!

Uma pena para os atletas que tanto se preparam para os seus desafios pessoais e se veem agora diante de tamanha desvalorização do seus esforços.

Quer um tênis emprestado? Vá na Adidas RUNBASE.

A loja Adidas RUNBASE impressiona não só pela beleza e organização, mas pelo fato de funcionar como uma base para os corredores de Tóquio. Lá é possível alugar armários e chuveiros. Que show, dar uma corrida sabendo que suas coisas estão devidamente guardadas e na volta poder tomar uma banho, isso logo ao sair do trabalho.

Na verdade guardei o mais absurdo para agora… A loja não só tem esses serviços acima, mas também empresta… Ops! Peraí! Empresta?! Isso mesmo! Empresta roupas e tênis!!!
Minha dúvida, é o que eles fazem com as roupas e tênis devolvidas após o empréstimo?

 

Fonte: vários sites.

Carlos Dias dando a volta no Brasil.

Com largada realizada no dia 24 de setembro de 2010, o ultramaratonista Carlos Dias irá percorrer 50K por dia em 365 dias. Com isso dará a volta no Brasil em um ano.

O desafio é algo pessoa e também para ajudar a GRAACC.

Todos podemos ajudar comprando kilômetros diretamente pelo site do Carlos Dias.

Ótima iniciativa e estarei acompanhando para poder apoiar e conhecer de perto quando chegar ao nordeste.

Clique aqui para ir para o site do Carlos Dias Ultra.